※ Meu Caminho


O caminho que eu escolhi
Não havia de ser bifurcado
É o que não quis e não preferi
O certo que me soa errado

Das idéias voando em torno
Um vapor me atingiu em gelo
E no meu desmaio morno
Troquei a luta pelo desmazelo

Como quebrasse o que nasceu unido
Posse em balança o que não se compara
Uma fraqueza que não faz sentido
Pagar barato uma jóia rara

Os anéis de vento me envolvem
Enquanto prefiro pensar que morri
Sabe assim as respostas se mostrem
Nesse caminho que escolhi...
Blogger Renee Arnoux,

É, agente não pode ter tudo ao mesmo tempo.

2 de setembro de 2007 23:12  
Blogger Lêhh #

Agente nunca sabe realmente se o caminho qe decidimos seguir é o melhor ou não, e é depois qe as consequências aparecem!
Mas nunca é tarde para ao menos tentar, a partir daqele momento, fazer as coisas com mais certezas (:

3 de setembro de 2007 00:10  
Blogger Gabriele Fidalgo

Eu me identifiquei com esse teu post. De verdade.

E achei lindo, a forma como foi clara e ao mesmo tempo delicada sobre isso. =]


Beijoo

3 de setembro de 2007 00:16  
Blogger Mayara

puxa vida eu ainda não sei se o caminho que eu escolhi e o certo ou não...muito lindo seu post menina!

ah então eu sou envolvida por uma imensa timidez e acabo sendo monossilabica e as vezes estupida com quem eu não devo ¬¬

mais e isso...a segunda feira por enquanto não chegou...mas...
você vai prestar vestibular pra que?!

bju querida!
=*

3 de setembro de 2007 10:44  
Blogger Mirous

ih, pode viajar a vontade
a interpretaçao eh sempre do leitor, o que torna vivo o texto

mas me diz, no que voce pensou?

3 de setembro de 2007 23:53  
Blogger Claudia Lis

Hello,

“Sabe assim as respostas se mostrem
Nesse caminho que escolhi...”


Também estou em busca das minhas respostas. Parece que elas insistem em pregar peças na pessoas.

Lindo seu post.

Beijos

4 de setembro de 2007 11:28  
Blogger Gabriele Fidalgo

Oi Palomilla =]

Eu vim te pedir para dar uma olhadinha lá no meu blog, que eu deixei um convite para um Meme, lá pra você. =]

Beijo
=**

5 de setembro de 2007 20:00  
Blogger Eduardo Vanderley

O que importa - independente do caminho - é continuar a caminhada.

Vá... Prossiga!

P.S. Te achei na comu "Prazeres Amélie..."

6 de setembro de 2007 20:09  
Blogger Lua Durand

o caminho que eu to pra escolher pode ser ruim pra mim.

moça, linda poesia.

e obrigada por me linkar aqui, vou te linkar no meu café.

beijos

au revoir

10 de setembro de 2007 11:22  
Anonymous Anitha Lenz

que coisa mais linda *-*

11 de outubro de 2007 11:55  

Postar um comentário

<< Home