※ Questão pequena


Enfim esse vento frio
Me trouxe tranqüilidade
Quebrou-se o sonho vazio
Acalanto vil, saudade

Pra ficar e ficar sozinha
Prefiro tecer a ida
A voz seca é erva daninha
Luz na dor endurecida

Meu sentimento vive no agora
Mas só nasce se a certeza é plena
E morre lento hora por hora

Assim, sufoca a questão pequena:
Padece só quem não vai embora?
Não sentir vale mesmo à pena?